Brasil

Bandidos fecham Avenida Brasil e Linha Vermelha em represália a operação da PM; policial é morto em tiroteio

Pessoas que vivem na região contam que escutam barulhos de tiros desde o fim da madrugada. Além de um morto, um outro agente ficou ferido.

A Avenida Brasil e a Linha Vermelha chegaram a ser fechadas por causa da ação de criminosos na altura do Complexo da Maré, na Zona Norte do Rio de Janeiro, na manhã desta terça-feira (11). Os bandidos reagiram a uma operação da Polícia Militar para combater uma quadrilha de roubo de veículos. Um policial foi morto e outro ficou ferido.

Até a última atualização desta reportagem, a Linha Vermelha havia sido liberada e a Avenida Brasil seguia fechada em uma faixa no sentido Zona Oeste. A Linha Amarela teve uma faixa interditada no sentido Fundão, na altura da Vila do João.

Tiroteios assustaram moradores, que não conseguiram sair de casa. Um ônibus foi incendiado na Avenida Brasil, na altura da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). De acordo com o Rio Ônibus, a ação foi criminosa.

Segundo a PM, agentes do Batalhão de Operações Especiais (Bope), da Subsecretaria de Inteligência (SSI) e do 22° BPM tentam prender criminosos que estão escondidos na região.

Até a última atualização desta reportagem, dois homens haviam sido presos. De acordo com a Polícia Militar, ambos possuem envolvimento com o crime. Com eles, foram apreendidos uma pistola e um rádio transmissor.

Pelo menos quatro veículos que haviam sido roubados foram recuperados pelos PMs dentro das comunidades.

Além das ações de combate ao roubo de carros, um espaço usado para endolação de entorpecentes foi encontrado pelos policiais militares.

Serviços públicos
A Secretaria Municipal de Saúde do Rio afirmou que o Centro Municipal de Saúde Vila do João e as Clínicas da Família (CF) Adib Jatene e CF Augusto Boal acionaram o protocolo de acesso mais seguro e, para segurança de profissionais e usuários, interromperam o funcionamento.

A CF Jeremias Moraes da Silva mantém o atendimento à população. Apenas as atividades externas realizadas no território, como as visitas domiciliares, estão suspensas.

De acordo com a Secretaria Municipal de Educação do Rio, 37 escolas do Complexo da Maré tiveram o funcionamento impactado.

Já a Secretaria Estadual de Educação afirmou que duas escolas precisaram ser fechada, impactando cerca de 900 estudantes do turno da manhã.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo